Ministério da Educação
Governo Federal - Brasil, um país de todos

LANÇAMENTO DE LIVROS - JUNHO 2017

Livros: Blindados no Brasil Vol - 1, Vol - 2; Renault F-17, Blindados no Haiti & Motorização no Exército Brasileiro 1906-1941

RELEASE LIVROS - COMO ADQUIRIR

Livros
Release - Engesa EE-9 Cascavel - 40 anos de combates 1977-2017
10-May-2017

LANÇAMENTO - JUNHO 2017

 

          O livro ENGESA EE-9 CASCAVEL – 40 ANOS DE COMBATES – 1977-2017, número 7 da coleção Blindados no Brasil, já se encontra disponível para pronta entrega. Trata-se de mais uma iniciativa do pesquisador Expedito Carlos Stephani Bastos, coordenador do UFJF/Defesa, e membro fundador do Centro de Pesquisas Estratégicas “Paulino Soares de Sousa” da UFJF (www.ecsbdefesa.com.br).

          O ENGESA EE-9 Cascavel, começou a ser desenvolvido em 1970, numa parceria que envolveu o PqRMM/2 - Parque Regional de Motomecanização da 2ª Região Militar e a ENGESA - Engenheiros Especializados S/A, ambos sediados na cidade de São Paulo.

Produzido durante 18 anos (1975/1993), este blindado sobre rodas 6x6, concebido para operações de reconhecimento e segurança, teve como maior trunfo a simplicidade. Durante o projeto foi eliminado qualquer sofisticação desnecessária, utilizando-se ao máximo as peças produzidas pela então indústria automotiva brasileira. Esse cuidado o tornou um carro robusto, fácil de operar, com manutenção simples e barata. Sua mobilidade foi um outro ponto positivo graças à então suspensão “boomerang”, capaz de realizar manobras rápidas em qualquer tipo de terreno, mantendo as rodas traseiras sempre em contato com o solo. Também pode alcançar velocidades elevadas, cobrindo grandes distâncias em pouco tempo. É um excelente veículo na sua categoria, possuindo um poder de fogo, em razão de seu armamento na torre onde opera um canhão de 90mm e sistemas de direção de tiro, com uma eficácia acima da média. No início de sua produção seriada era equipado com canhão modelo 62 F1 e torre, ambos de origem francesa, sendo que a partir da versão M-2 S3 passou a usar canhão e torre de concepção brasileira, modelo EC-90 com canhão de 90 mm e metralhadora 7,62mm.

Sua produção em todas as versões alcançou 1738 unidades, exportados a doze países, sendo o blindado nacional de maior sucesso. Como curiosidade, seu custo unitário, em 1988 era da ordem de US$243.600,00 (versão motor Mercedes-Benz) e US$258.000,00 (versão motor Detroit diesel).

Seu batismo em combate se deu em 1977 e continua em operação em diversos conflitos na África, Oriente Médio, e América do Sul, completando agora em 2017, 40 anos de combates reais, em diversos conflitos, alguns ainda em andamento, como Líbia e Iraque.

Este livro pretende mostrar toda esta história em grande parte desconhecida do público brasileiro, onde inclusive sofreu diversas modificações e tem sido empregado com sucesso em combates urbanos, o grande pesadelo de qualquer Exército na atualidade, e tem cumprido muito bem sua missão.

.           Com 176 páginas, mais de 150 fotos e diversos desenhos, alguns em cinco vistas, todos a cores, o livro resgata toda esta trajetória do mais bem sucedido projeto de blindado nacional.

Quatro Décadas de Pesquisas

            Bacharel em Direito e pesquisador de assuntos militares da Universidade Federal de Juiz de Fora, Expedito Carlos Stephani Bastos é um dos maiores especialistas brasileiros na área de temas militares, principalmente sobre a sua evolução tecnológica. Desde a década de 1980, ministra palestras em unidades operacionais, escolas e institutos militares, além de publicar inúmeros artigos (inclusive no exterior) sobre a evolução dos blindados no país e outros temas relevantes para o resgate da memória tecnológica militar nacional.

            A partir do seu vasto acervo pessoal, além das experiências e informações adquiridas no contato com integrantes de corporações militares, empresários, técnicos e engenheiros da indústria de material de defesa, Expedito Bastos lançou em 2003 o portal UFJF/Defesa - www.ecsbdefesa.com.br. Sob sua coordenação até hoje, o portal foi responsável pela divulgação de mais de 3.200 artigos, registra uma média mensal de 80 mil usuários e já foi acessada por visitantes de 144 países.

            Na Universidade Federal de Juiz de Fora, o autor também foi um dos fundadores do Centro de Pesquisas Estratégicas “Paulino Soares de Sousa”. Criado há doze anos e coordenado pelo Prof. Dr. Ricardo Vélez Rodriguez, conta com 15 pesquisadores agrupados em cinco linhas de pesquisas: estratégias urbanas e cidadania, história do pensamento estratégico, problemas estratégicos contemporâneos, gestão do conhecimento e tecnologia militar.

           ENGESA EE-9 CASCAVEL – 40 ANOS DE COMBATES – 1977 - 2017 é a décima publicação com o selo do UFJF/Defesa, ECSB/Defesa e CPS/UFJF. Em 2011, foi lançado o seu primeiro título, BLINDADOS NO HAITI – MINUSTAH – UMA EXPERIÊNCIA REAL. Este é o décimo título lançado pelo autor, os outros nove, foram Blindados no Brasil – Um longo e Árduo Aprendizado, Volume 1, e Renault FT-17 - O primeiro Carro de Combate no Exército Brasileiro, que inaugurou a coleção Blindados no Brasil, número 1, ambos em parceria com Taller Editora de Bauru, a seguir vieram Blindados no Haiti - MINUSTAH - Uma experiência real; Blindados no Brasil – Um longo e árduo aprendizado, volume 2; Motorização no Exército Brasileiro 1906-1941; FIAT-ANSALDO CV 3 35 II no Exército Brasileiro, número 2, Bernardini MB-3 Tamoyo – O blindado Nacional, número 3, M-113 no Brasil – O Clássico Ocidental, número 4, M-41 Waker-Bulldog no Exército Brasileiro – Um grande aprendizado, número 5 e FORD M-8 GREYHOUND NO EXÉRCITO BRASILEIRO – Surge o conceito de blindado 6x6, número 6,  todos da coleção Blindados no Brasil,  estes com o selo do UFJF/Defesa em parceria com o autor.

           A nova publicação, em formato 16x22cm, conta com capa colorida e mais de 150 fotos e desenhos, a maioria a cores. Seu preço  é de R$69,00, mais despesas de correio, para os livros adquiridos diretamente pelo portal ECSB/Defesa.

           Para efetuar a sua compra, basta enviar um e-mail para:   Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email ou Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email

          Para folhear partes do livro acesse: http://issuu.com/expeditobastos/docs/ee-9_cc40a

 

 
Release - Ford M-8 Greyhound no Exército Brasileiro - Surge o conceito de Blindado 6x6
31-Oct-2016


        LANÇAMENTO - NOVEMBRO 2016

 

O livro FORD M-8 GREYHOUND NO EXÉRCITO BRASILEIRO – Surge o conceito de Blindado 6x6, número 6 da coleção Blindados no Brasil, já se encontra disponível para pronta entrega. Trata-se de mais uma iniciativa do pesquisador Expedito Carlos Stephani Bastos, coordenador do UFJF/Defesa, e membro fundador do Centro de Pesquisas Estratégicas “Paulino Soares de Sousa” da UFJF (www.ecsbdefesa.com.br).

A obra mostra o recebimento dos primeiros blindados 6x6 para o Exército Brasileiro, com os T-17 Deerhound e logo em seguida com a utilização dos Ford M-8 pela Força Expedicionária Brasileira, na Campanha da Itália em 1944 e 1945 e seu uso no pós-guerra.

            O Exército chegou a operar uma centena e meia de blindados M-8 Greyhound integrados às unidades de Reconhecimento Mecanizado, além de duas dezenas da sua versão carro-comando, denominada de M-20, sem torre e destinados a proporcionar alta mobilidade e proteção aos seus comandantes.

            Usando o M-8 e M-20 como plataforma, foram desenvolvidos projetos de lançadores de foguetes de 81mm, que culminaram na elaboração de dois protótipos, em 1966. Nos anos de 1968 e 1969, o Parque Regional de Motomecanização da 2ª Região Militar (PqRMM/2) em São Paulo, iniciou estudos práticos para a modernização do M-8, efetuando substituição da caixa de câmbio, transmissão, freios, suspensão, parte elétrica e seu motor a gasolina por um à diesel nacional. O resultado foi tão positivo que todos passaram por essas modificações, a mando da Diretoria de Motomecanização (DMM) e todo o trabalho fora realizado no PqRMM/2, e concluído em 1972.

            Como fruto destes e somados a outros ensinamentos, foi possível desenvolver, projetar e construir um blindado de reconhecimento 6x6 nacional, cujo protótipo denominado CRR (Carro de Reconhecimento sobre Rodas) foi inspirado no M-8. Submetido a testes pelo Exército em 1971, percorreu mais de 65 mil quilômetros, possibilitando uma produção pré-série, de oito veículos, concluída pela Engesa. Após serem testados por mais de 32 mil quilômetros e com algumas modificações, entrou em produção seriada, surgindo assim o maior sucesso brasileiro de produção e exportação, conhecido como Engesa EE-9 Cascavel.

.           Com 152 páginas, mais de 170 fotos e desenhos, muitas inéditas, o livro mostra toda esta trajetória, com as dificuldades encontradas e a estrutura montada para sua implantação, e toda a sua evolução até o surgimento de um novo veículo.

Três Décadas e meia de Pesquisas

            Bacharel em Direito e pesquisador de assuntos militares da Universidade Federal de Juiz de Fora, Expedito Carlos Stephani Bastos é um dos maiores especialistas brasileiros na área de temas militares, principalmente sobre a sua evolução tecnológica. Desde a década de 1980, ministra palestras em unidades operacionais, escolas e institutos militares, além de publicar inúmeros artigos (inclusive no exterior) sobre a evolução dos blindados no país e outros temas relevantes para o resgate da memória tecnológica militar nacional.

            A partir do seu vasto acervo pessoal, além das experiências e informações adquiridas no contato com integrantes de corporações militares, empresários, técnicos e engenheiros da indústria de material de defesa, Expedito Bastos lançou em 2003 o portal UFJF/Defesa - www.ecsbdefesa.com.br. Sob sua coordenação até hoje, o portal foi responsável pela divulgação de mais de 2.500 artigos, registra uma média mensal de 80 mil usuários e já foi acessada por visitantes de 142 países.

            Na Universidade Federal de Juiz de Fora, o autor também foi um dos fundadores do Centro de Pesquisas Estratégicas “Paulino Soares de Sousa”. Criado há onze anos e coordenado pelo Prof. Dr. Ricardo Vélez Rodriguez, conta com 15 pesquisadores agrupados em cinco linhas de pesquisas: estratégias urbanas e cidadania, história do pensamento estratégico, problemas estratégicos contemporâneos, gestão do conhecimento e tecnologia militar.

           Ford M-8 Greyhound no Exército Brasileiro – Surge o conceito de Blindado 6x6, é a décima publicação com o selo do UFJF/Defesa. Em 2011, foi lançado o seu primeiro título, BLINDADOS NO HAITI – MINUSTAH – UMA EXPERIÊNCIA REAL. Este é o nono título lançado pelo autor, os outros oito, foram Blindados no Brasil – Um longo e Árduo Aprendizado, Volume 1, e Renault FT-17 - O primeiro Carro de Combate no Exército Brasileiro, que inaugurou a coleção Blindados no Brasil, número 1, ambos em parceria com Taller Editora de Bauru, a seguir vieram Blindados no Haiti - MINUSTAH - Uma experiência real; Blindados no Brasil – Um longo e árduo aprendizado, volume 2; Motorização no Exército Brasileiro 1906-1941; FIAT-ANSALDO CV 3 35 II no Exército Brasileiro, número 2, Bernardini MB-3 Tamoyo – O blindado Nacional, número 3,  M-113 no Brasil – O Clássico Ocidental, número 4, M-41 Walker Bulldog no Exército Brasileiro – Um grande aprendizado, número 5,  todos da coleção Blindados no Brasil, estes com o selo do UFJF/Defesa em parceria com o autor.

           A nova publicação, em formato 16x22cm, conta com capa colorida e mais de 170 fotos e desenhos, muitas inéditas. Seu preço é de R$59,00, mais correio, para os livros adquiridos diretamente pelo portal UFJF/Defesa.

           Para efetuar a sua compra, basta enviar um e-mail para: 

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email ou

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email

          Para folhear partes do livro acesse:

http://issuu.com/defesa/docs/m8eb?workerAddress=ec2-54-208-206-214.compute-1.amazonaws.com

 

 


 

 
Release - M-41 Walker Bulldog no Exército Brasileiro – Um grande aprendizado
30-Mar-2016
LANÇAMENTO - ABRIL 2016

 

O livro M-41 Walker Bulldog no Exército Brasileiro – Um grande aprendizado, número 5 da coleção Blindados no Brasil, já se encontra disponível para pronta entrega. Trata-se de mais uma iniciativa do pesquisador Expedito Carlos Stephani Bastos, coordenador do UFJF/Defesa, e membro fundador do Centro de Pesquisas Estratégicas “Paulino Soares de Sousa” da UFJF (www.ecsbdefesa.com.br).

A obra resgata as iniciativas para modernizar o então principal carro de combate existente em grande quantidade no Exército Brasileiro, adquiridos em 1960 através do Programa de Ajuda Militar (MAP) acordado entre os Estados Unidos e o Brasil.

            Até meados dos anos de 1970, 353 chegaram ao Brasil, nas versões M-41, M-41 A1 e M-41 A3, tornando-se assim o principal carro de combate do Exército, onde permaneceu em uso por mais de meio século.

            Representavam um grande poder militar dentro do continente Sulamericano muito favorável ao Brasil. Eles vieram substituir os carros de combate M-3, M-3A1 Stuart, M-3 Lee e M-4 Sherman no Exército, trazendo uma nova dimensão no seu emprego, com um novo poder de fogo e grande mobilidade.

            Devido a sua grande quantidade, estes sofreram um processo de modernização no final dos anos de 1970 e acabaram sendo importante como experimento na área de aprendizado tecnológico para se chegar a um blindado sobre lagartas nacional, o que quase se tornou uma realidade nos anos de 1990.

            Na prática, foi um grande aprendizado para uma área de vital importância para o país, e coube à Bernardini S/A e dezenas de outras empresas que conjuntamente com a ajuda do Exército aceitaram o desafio, e este livro procura resgatar e compreender este momento, muito das vezes incompreendido e relegado ao esquecimento.

.           Com 146 páginas, mais de 120 fotos e desenhos, a maioria a cores, o livro resgata toda esta trajetória, mostrando as dificuldades encontradas e a estrutura montada para sua implantação, com todos os seus erros e acertos.

Três Décadas de Pesquisas

            Bacharel em Direito e pesquisador de assuntos militares da Universidade Federal de Juiz de Fora, Expedito Carlos Stephani Bastos é um dos maiores especialistas brasileiros na área de temas militares, principalmente sobre a sua evolução tecnológica. Desde a década de 1980, ministra palestras em unidades operacionais, escolas e institutos militares, além de publicar inúmeros artigos (inclusive no exterior) sobre a evolução dos blindados no país e outros temas relevantes para o resgate da memória tecnológica militar nacional.

            A partir do seu vasto acervo pessoal, além das experiências e informações adquiridas no contato com integrantes de corporações militares, empresários, técnicos e engenheiros da indústria de material de defesa, Expedito Bastos lançou em 2003 o portal UFJF/Defesa - www.ecsbdefesa.com.br. Sob sua coordenação até hoje, o portal foi responsável pela divulgação de mais de 2.500 artigos, registra uma média mensal de 70 mil usuários e já foi acessada por visitantes de 142 países.

            Na Universidade Federal de Juiz de Fora, o autor também foi um dos fundadores do Centro de Pesquisas Estratégicas “Paulino Soares de Sousa”. Criado há onze anos e coordenado pelo Prof. Dr. Ricardo Vélez Rodriguez, conta com 15 pesquisadores agrupados em cinco linhas de pesquisas: estratégias urbanas e cidadania, história do pensamento estratégico, problemas estratégicos contemporâneos, gestão do conhecimento e tecnologia militar.

           M-41 Walker Bulldog no Exército Brasileiro – Um grande aprendizado, é a nona publicação com o selo do UFJF/Defesa. Em 2011, foi lançado o seu primeiro título, BLINDADOS NO HAITI – MINUSTAH – UMA EXPERIÊNCIA REAL. Este é o nono título lançado pelo autor, os outros oito, foram Blindados no Brasil – Um longo e Árduo Aprendizado, Volume 1, e Renault FT-17 - O primeiro Carro de Combate no Exército Brasileiro, que inaugurou a coleção Blindados no Brasil, número 1, ambos em parceria com Taller Editora de Bauru, a seguir vieram Blindados no Haiti - MINUSTAH - Uma experiência real; Blindados no Brasil – Um longo e árduo aprendizado, volume 2; Motorização no Exército Brasileiro 1906-1941; FIAT-ANSALDO CV 3 35 II no Exército Brasileiro, número 2, Bernardini MB-3 Tamoyo – O blindado Nacional, número 3 e M-113 no Brasil – O Clássico Ocidental, número 4, todos da coleção Blindados no Brasil,  estes com o selo do UFJF/Defesa em parceria com o autor.

           A nova publicação, em formato 16x22cm, conta com capa colorida e mais de 120 fotos e desenhos, a maioria a cores. Seu preço  é de R$56,00, mais despesas de correio, para os livros adquiridos diretamente pelo portal UFJF/Defesa.

           Para efetuar a sua compra, basta enviar um e-mail para:   Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email ou Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email

          Para folhear partes do livro acesse:

https://issuu.com/defesa/docs/m-41_walker_buldog_no_eb?utm_source=conversion_success&utm_campaign=Transactional&utm_medium=email

 
Release - M-113 no Brasil - O Clássico Ocidental
06-Nov-2015

LANÇAMENTO – Dezembro 2015

 

O livro M-113 NO BRASIL – O Clássico Ocidental, número 4 da coleção Blindados no Brasil, se encontra na pré-venda, no período de 09 a 29 de novembro, com frete grátis, e entrega do livro a partir do dia 03 de dezembro próximo. Trata-se de mais uma iniciativa do pesquisador Expedito Carlos Stephani Bastos, coordenador do UFJF/Defesa, e membro fundador do Centro de Pesquisas Estratégicas “Paulino Soares de Sousa” da UFJF – (www.ecsbdefesa.com.br) e apoio Cultural do UFJF/Defesa e Centro de Pesquisas Sociais – CPS, da UFJF.

     A obra resgata toda a trajetória do M-113 no Brasil, tanto no Exército, quanto na Marinha (Corpo de Fuzileiros Navais), desde sua aquisição, passando pelas primeiras tentativas de torna-lo mais eficiente, livrando-nos de uma dependência então preocupante, para a época,  até as diversas modernizações que sofreu e tem sofrido na atualidade em ambas as forças.

     Concebido, para dar mobilidade, à infantaria, que podia viajar em seu interior, protegidos, o M-113 se converteu em um autêntico “taxi para o campo de batalha”.

      O mais famoso de sua categoria, possui características ímpares, como ser fácil de dirigir, de manutenir, econômico de se operar, e com uma política de venda muito ampla, através do FMS (Foreing Military Sales – Vendas Militares ao Estrangeiro), elaborada pelos Estados Unidos, a países considerados amigos, promoveu sua exportação a preços módicos, e em alguns casos, sem qualquer custo, pois muitos eram excedentes do Exército Americano.

            Sua oferta na atualidade ainda é enorme, podendo ser adquirido também de diversos outros países, os quais possuem estoques de vários modelos, alguns oferecendo modernização, manutenção, pelas de reposição, enfim uma cadeia logística confiável.

            Muito atraente para países sem muitos recursos financeiros para investirem em um substituto, extremamente caro e complexo. Assim o Exército e a Marinha, não fugiram a esta regra.

.           Com 130 páginas, mais de 100 fotos e desenhos, a maioria a cores, o livro resgata toda esta trajetória, mostrando as dificuldades e soluções encontradas para sua manutenção operacional.

 

Três Décadas de Pesquisas

            Bacharel em Direito e pesquisador de assuntos militares da Universidade Federal de Juiz de Fora, Expedito Carlos Stephani Bastos é um dos maiores especialistas brasileiros na área de temas militares, principalmente sobre a sua evolução tecnológica. Desde a década de 1980, ministra palestras em unidades operacionais, escolas e institutos militares, além de publicar inúmeros artigos (inclusive no exterior) sobre a evolução dos blindados no país e outros temas relevantes para o resgate da memória tecnológica militar nacional.

            A partir do seu vasto acervo pessoal, além das experiências e informações adquiridas no contato com integrantes de corporações militares, empresários, técnicos e engenheiros da indústria de material de defesa, Expedito Bastos lançou em 2003 o portal UFJF/Defesa - www.ecsbdefesa.com.br. Sob sua coordenação até hoje, o portal foi responsável pela divulgação de mais de 2.500 artigos, registra uma média mensal de 70 mil usuários e já foi acessada por visitantes de 142 países.

            Na Universidade Federal de Juiz de Fora, o autor também foi um dos fundadores do Centro de Pesquisas Estratégicas “Paulino Soares de Sousa”. Criado há dez anos e coordenado pelo Prof. Dr. Ricardo Vélez Rodriguez, conta com 15 pesquisadores agrupados em cinco linhas de pesquisas: estratégias urbanas e cidadania, história do pensamento estratégico, problemas estratégicos contemporâneos, gestão do conhecimento e tecnologia militar.

           M-113 NO BRASIL – O Clássico Ocidental é a oitava publicação com o selo do UFJF/Defesa. Em 2011, foi lançado o seu primeiro título, BLINDADOS NO HAITI – MINUSTAH – UMA EXPERIÊNCIA REAL. Este é o oitavo título lançado pelo autor, os outros sete, foram Blindados no Brasil – Um longo e Árduo Aprendizado, Volume 1, e Renault FT-17 - O primeiro Carro de Combate no Exército Brasileiro, que inaugurou a coleção Blindados no Brasil, número 1, ambos em parceria com Taller Editora de Bauru, a seguir vieram Blindados no Haiti - MINUSTAH - Uma experiência real; Blindados no Brasil – Um longo e árduo aprendizado, volume 2; Motorização no Exército Brasileiro 1906-1941; FIAT-ANSALDO CV 3 35 II no Exército Brasileiro, e Bernardini MB-3 Tamoyo – O Blindado Nacional, estes com o selo do UFJF/Defesa em parceria com o autor e agora com o apoio cultural do Centro de Pesquisas Socais da UFJF.

           A nova publicação, em formato 16x22cm, conta com capa colorida e mais de 100 fotos e desenhos, a maioria a cores. Seu preço é de R$54,00, mais despesas de correio, para os livros adquiridos diretamente pelo portal UFJF/Defesa.

           Para efetuar a sua compra, basta enviar um e-mail para:   Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email ou Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email

          Para folhear partes do livro acesse:

http://issuu.com/defesa/docs/m-113nobrasil

 
Release - Bernardini MB-3 Tamoyo
03-Jul-2015

LANÇAMENTO - 2015

 

O livro BERNARDINI MB-3 TAMOYO – O blindado nacional, número 3 da coleção Blindados no Brasil, já se encontra disponível para envio imediato. Trata-se de mais uma iniciativa do pesquisador Expedito Carlos Stephani Bastos, coordenador do UFJF/Defesa, e membro fundador do Centro de Pesquisas Estratégicas “Paulino Soares de Sousa” da UFJF – (www.ecsbdefesa.com.br).

            A obra resgata a ideia para projetar, desenvolver e construir um carro de combate nacional que ganhou forma, no final dos anos de 1970, quando, após a criação do Centro Tecnológico do Exército – CTEx -, no momento em que se pensava na continuidade da naciona- lização de equipamentos militares, que já vinha ocorrendo, desde 1969. Sob o comando do Parque Regional de Motomecanização da 2ª Região Militar de São Paulo - PqRMM/2, onde iniciara-se projetos importantes para a criação de blindados sobre rodas e modernização dos sobre lagartas, surge a base de todo o desenvol- vimento dos anos vindouros, com erros e acertos, possibilitando assim a diversas empresas nacionais en- trarem na produção de itens de defesa, que poderiam nos ter dado a grande independência que ainda estamos a buscar. O projeto Tamoyo estava integrado, diretamente, ao do repotenciamento do Carro de Combate M-41 e ao desenvolvimento da Viatura Blindada Transporte de Pessoal - VBTP - Charrua, visando a formação de uma família de blindados, com um suporte logístico integrado. Este não era uma mera aventura, como muitos pensam, ao falar do Tamoyo como sendo um M-41 melhorado, ele era muito mais, e este livro pretende dar uma visão sobre este projeto, importante, incompreendido, esquecido e perdido.

 

.           Com 132 páginas, mais de 100 fotos e desenhos, a maioria a cores, o livro resgata toda esta trajetória, mostrando as dificuldades encontradas e a estrutura montada para sua implantação, que por pouco, não se tornou uma grande realidade, nos colocando em outro patamar na área de carros de combate.

Três Décadas de Pesquisas

            Bacharel em Direito e pesquisador de assuntos militares da Universidade Federal de Juiz de Fora, Expedito Carlos Stephani Bastos é um dos maiores especialistas brasileiros na área de temas militares, principalmente sobre a sua evolução tecnológica. Desde a década de 1980, ministra palestras em unidades operacionais, escolas e institutos militares, além de publicar inúmeros artigos (inclusive no exterior) sobre a evolução dos blindados no país e outros temas relevantes para o resgate da memória tecnológica militar nacional.

            A partir do seu vasto acervo pessoal, além das experiências e informações adquiridas no contato com integrantes de corporações militares, empresários, técnicos e engenheiros da indústria de material de defesa, Expedito Bastos lançou em 2003 o portal UFJF/Defesa - www.ecsbdefesa.com.br. Sob sua coordenação até hoje, o portal foi responsável pela divulgação de mais de 2.500 artigos, registra uma média mensal de 70 mil usuários e já foi acessada por visitantes de 142 países.

            Na Universidade Federal de Juiz de Fora, o autor também foi um dos fundadores do Centro de Pesquisas Estratégicas “Paulino Soares de Sousa”. Criado há dez anos e coordenado pelo Prof. Dr. Ricardo Vélez Rodriguez, conta com 15 pesquisadores agrupados em cinco linhas de pesquisas: estratégias urbanas e cidadania, história do pensamento estratégico, problemas estratégicos contemporâneos, gestão do conhecimento e tecnologia militar.

           BERNARDINI MB-3 TAMOYO – O blindado nacional é a sétima publicação com o selo do UFJF/Defesa. Em 2011, foi lançado o seu primeiro título, BLINDADOS NO HAITI – MINUSTAH – UMA EXPERIÊNCIA REAL. Este é o sétimo título lançado pelo autor, os outros seis, foram Blindados no Brasil – Um longo e Árduo Aprendizado, Volume 1, e Renault FT-17 - O primeiro Carro de Combate no Exército Brasileiro, que inaugurou a coleção Blindados no Brasil, número 1, ambos em parceria com Taller Editora de Bauru, a seguir vieram Blindados no Haiti - MINUSTAH - Uma experiência real; Blindados no Brasil – Um longo e árduo aprendizado, volume 2; Motorização no Exército Brasileiro 1906-1941; FIAT-ANSALDO CV 3 35 II no Exército Brasileiro, estes com o selo do UFJF/Defesa em parceria com o autor.

           A nova publicação, em formato 16x22cm, conta com capa colorida e mais de 100 fotos e desenhos, a maioria a cores. Seu preço  é de R$49,00, para os livros adquiridos diretamente pelo portal UFJF/Defesa, mais o frete de correio.

           Para efetuar a sua compra, basta enviar um e-mail para: 

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email  ou

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email

          Para folhear partes do livro acesse:

http://issuu.com/defesa/docs/tamoyo_livro_2015

 

 

 
<< Início < Anterior | 1 2 | Seguinte > Final >>

Resultados 1 - 9 de 11